terça-feira, 21 de agosto de 2007

Soneto da Revelação


Meio sem querer me aproximei
Meio sem querer eu tentei
Meio sem querer eu consegui

Meio sem querer eu gostei
Meio sem querer eu quiz
Meio sem querer eu repeti

Meio sem querer eu fui
Meio sem querer eu aproveitei
Meio sem querer novamente eu gostei
Meio sem querer me envolvi

Meio sem querer não resisti
Meio sem querer eu vivi
Meio sem querer me apaixonei
E mesmo sem querer eu sofri.



Autoria: Airtiane Rufino
Inspiração: um "sim".

2 comentários:

Tícia disse...

Olha que interessante...
gostei do modo como vc contou o início e o "fim" de uma paixão... parece que tudo aconteceu tão rápido!
Bjus!

Airtiane disse...

Tícia,
obrigada, mas ainda não acabou...
...e espero que não acabe.
Bjus